Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Naturena

Musse de Cacau Cru

Esta é uma sobremesa muito saudável, pois é feita sem açúcar e sem calor.

 

Musse de Cacau Cru.JPG

 

 

Preparação:

 

Abacate – 1un

Banana – 3un (Banana madura da Madeira)

Cacau Cru – 5 colheres sopa

Amêndoa – qb

 

Descasque as bananas e o abacate e coloque-os num robot de cozinha. Acrescente o cacau e misture tudo até obter a consistência de musse cremosa. Distribua por tacinhas e leve ao frio por uma hora. Sirva frio e decore com amêndoas.

 

Certifique-se de que está a cozinhar com ingredientes de origem biológica.

 

Assado de Tofu e Batata Doce aromatizado com Alecrim

Preparação:

 

Tofu – 500g

Batata Doce – 5un

Alecrim – qb

Nós Moscada – qb

Sal Marinho – qb

Tamari – qb

Alho picado – 4 dentes

Paprika – qb

Pimenta Preta – qb

Piri-Piri – qb

Azeite – qb

 

Corte o Tofu e a Batata Doce em cubos e disponha-os num recipiente de ir ao forno e à mesa. Tempere com os ingredientes referidos e leve ao forno por 30 minutos a 180C.

 

Sirva acompanhando este assado simples com uma salada de legumes crus e frescos.  

 

Certifique-se de que está a cozinhar com ingredientes de origem biológica.

 

Sopa de Miso

A pasta de Miso resulta da fermentação de soja, cevada ou arroz. É rico em cálcio, aminoácidos essenciais, vitaminas do complexo B e enzimas. A Sopa de Miso é uma ótima forma de depurar e desintoxicar o organismo.  

Sopa de Miso.JPG

 

Preparação:

 

Água

Cebola – 2un

Cenoura – 1un

Alho Francês – 1un

Alga Wakamé – 1 folha (demolhada)

Miso – 4 colheres de sopa

Coentros/Salsa – qb

Tamari – qb

 

Numa panela coloca-se a água a aquecer em função da quantidade de caldo que se quer obter. Vá adicionando a cebola em meia-lua, a cenoura em palitos finos, o alho francês em rodelas e a alga em tiras pequenas. Quando a água começar a ferver diminua o lume para o mínimo e deixe cozinhar por 20 minutos.

 

À parte, retire uma a duas conchas deste caldo para um recipiente onde vai acrescentar o Miso e misturar bem. Devolva este preparado à panela e quando voltar a ferver, desligue o lume imediatamente sem deixar ferver. Isto porque o calor ativa as enzimas presentes no Miso e por isso ele não pode ferver pois perderia qualidades.

 

Retifique temperos recorrendo ao Tamari e sirva acrescentando salsa ou coentros crús.

 

Em alternativa, pode acrescentar o Miso apenas quando for consumir o caldo. Ou seja, na tigela que vai usar, de cada vez que se for comer a sopa, acrescenta 1 colher de sobremesa de Miso, dissolvendo bem num pouco da água da sopa.

 

Para enriquecer a sua sopa de Miso, ou apenas com o intuito de variar, pode finalizar com hortelã ou sumo de limão. Também pode variar os vegetais base recorrendo, por exemplo, à abobora, ou uma pequena quantidade de cogumelos shitake.

 

Certifique-se de que está a cozinhar com ingredientes de origem biológica.

 

Homus

Preparação:

 

Grão-de-Bico pré cozido – 500g

Tahin – 2 colheres sopa

Azeite – 4 colheres sobremesa

Alho – 2 dentes

 

Num robot de cozinha, triture todos os ingredientes até obter uma pasta com consistência de patê. Pode finalizar temperando a gosto com sumo de limão, azeite, salsa picada, cebolinho, cominhos, piri-piri, sal… entre outros produtos da sua preferência.

 

Está pronto a servir, como entrada, acompanhado de tostas ou galettes de milho ou arroz.

 

Certifique-se de que está a cozinhar com ingredientes de origem biológica.

 

Ratatouille de Grão sobre Cuscuz

Preparação do Cuscuz:

 

Cuscuz – 500g

Água fervida – 600 ml

Sal – 1 colher sobremesa

 

Coloque os cuscuz num recipiente resistente à água quente. Cobra-o com a água quente e envolva delicadamente o preparado com uma colher de pau. Acrescente o sal e tape com um pano. Deixe repousar por 5 minutos. O cuscuz vai assim cozer e absorver a água. No final, deve apresentar-se seco. Reserve.

 

Preparação do Ratatouille:

 

Grão de Bico pré-cozido – 500g

Beringela – 1un

Courgette – 1un

Cenoura – 1un

Cebola – 1un

Alho – 1 dente

Pimento Verde – 1un

Pimento Vermelho – 1un

Açafrão – 1 colher sopa

Caril – 1 colher de sopa

Leite de cocô – 1 lata 400ml

Sal – qb

Noz Moscada – qb

Gengibre – 1 rodela

Pimenta Preta – qb

Piri Piri - qb

Azeite - qb

 

Numa panela coloque cuidadosamente o azeite por todo o fundo e ligue o lume no mínimo. Vá acrescentando a cebola laminada, o alho picado, o açafrão, o caril, o sal, a noz moscada, o gengibre, a pimenta preta e o piri piri. Envolva e deixe cozinhar por 2 minutos. Adicione o leite de cocô e deixe ferver. Acrescente de seguida a beringela, a courgette, a cenoura e os pimentos (tudo partido aos cubos) deixando cozer por 10 minutos. Introduza agora o grão e deixe apurar durante 5 minutos.

 

Retifique temperos e sirva sobre os cuscuz.    

Sobre

Dr. João Gil Pereira

NATURENA no Facebook

Mensagens

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D